Sobre o exoesqueleto sendo desenvolvido, os pesquisadores comentaram que ele é um “o protótipo de um exoesqueleto inteligente, leve e de fácil personalização que contrapõe a falta de balanço promovendo uma recuperação após uma escorregada acidental”. Em um vídeo, os criadores explicam que a estrutura pode detectar mudanças bruscas no padrão do andar, atacando exatamente neste ponto.

De acordo com Silvestro Micera, um dos pesquisadores do projeto, a ideia de desenvolvimento, agora, é tornar o exoesqueleto mais leve, discreto e portátil para o idosos. Você pode acompanhar aqui embaixo um vídeo mostrando mais sobre a iniciativa.

Fonte: Tecmundo